Projeto “A Escola vai a Câmara (Municipal de Propriá)” terá sequencia nesta terça-feira

23-05-2011 23:33

Nesta terça-feira será a vez dos estudantes do 3º Seriado B e na próxima semana os do 3º Seriado C (ambas do turno Vespertino)

Terá sequencia nessa terça-feira, a partir das 20 horas, o Projeto Pedagógico “A Escola vai a Câmara (Municipal de Propriá)”, que consiste em levar a cada terça uma turma da última série do Ensino Médio do Colégio Estadual Joana de Freitas Barbosa para assistir as sessões do Parlamento Municipal.

Hoje à noite (24/05) participam os estudantes do 3º Seriado B enquanto na próxima semana (31/05) será a vez do 3º Seriado C, ambas do turno vespertino (tarde). O agendamento das demais turmas está condicionado ao termino da greve por tempo indeterminado do magistério, sendo mantidas estas turmas pelo prévio agendamento.

O projeto é coordenado pelo professor Claudomir Tavares, da disciplina Cultura Sergipana e fora lançado terça-feira, 17, da semana passada, quando 19 estudantes do 3º Seriado A (Matutino) participaram da sessão ordinária daquela casa. Claudomir participou da Tribuna Livre apresentando o Projeto que consiste em seis etapas:

  • Levar semanalmente, as terças-feiras, um grupo de estudantes das últimas séries do Ensino Médio para assistir as sessões plenárias da Câmara Municipal de Propriá;
  • Debater na aula subseqüente os assuntos objetos de discussão dos vereadores, fazendo as observações necessárias capazes de satisfazerem suas curiosidades e dúvidas;
  • Agendar com os parlamentares e levá-los as salas de aulas para debater com os estudantes suas respectivas atuações parlamentares;
  • Escolher um estudante por turma para participar de uma Sessão Especial como Vereador/Estudante, quando estes irão interagir com o Parlamento Municipal:
  • Promover uma Oficina Pedagógica com estes estudantes escolhidos, para preparar a intervenção destes parlamentares na Sessão Especial;
  • Avaliar o Projeto, corrigindo as falhas cometidas, levantadas os acertos e encaminhar os resultados obtidos.

Serão levadas a Câmara Municipal seis turmas do Curso Seriado e três do Curso Normal, totalizando nove, mesmo número de vereadores que integram aquela casa de lis. Por sugestão do presidente Paulinho Campos (PT), ao final do projeto, os estudantes receberão certificados que comprovem sua participação.

A repercussão do Projeto “A Escola vai a Câmara (Municipal de Propriá)” tem sido bastante positiva, recebendo comentários elogiosos da direção e coordenação pedagógica da escola, dos vereadores, de professores daquela e de outras instituições e de personalidades da comunidade, repercutindo em sites e portais de notícias da cidade.

Comente esta matéria | Clique aqui...

Voltar