Pacientes já contam com atendimento no Hospital de Propriá

03-06-2011 18:08

Sonho realizado. Há mais de seis anos sem funcionar, o hospital regional de Propriá, São Vicente de Paula já atende pessoas de todo o Baixo São Francisco. Desde a inauguração no último dia 06 de maio, a unidade vem oferecendo serviços de urgência e emergência, no pronto-socorro. Além disso, o hospital conta com o que há de mais moderno e eficiente em tecnologia hospitalar para atendimentos de média e alta complexidade e passará a integrar a Rede de Hospitais de Urgência no Estado.

De acordo com o cronograma estabelecido pelo Governo do Estado e confirmado pelo coordenador assistencial do hospital São Vicente de Paula, Adelmo Macedo Júnior, no final deste mês já deve estar em funcionamento os serviços de internamento; em julho/agosto, o centro cirúrgico e em agosto/setembro, o centro obstétrico. Além desses serviços, a unidade deve oferecer ainda urgência ortopédica de média complexidade até o final deste mês, já que profissionais deste área já estão sendo contatados para trabalhar.

“Por enquanto, na escala de médicos, estamos oferecendo serviços de três especialidades; Clínico Geral, Pediatria e Cirurgião. Quanto à distribuição de leitos, temos 03 de estabilização (área vermelha), 13 leitos de observação (área amarela), 16 leitos para pacientes não-críticos (área verde) e 17 leitos para internamento, que ainda não estão em funcionamento. Nos próximos dias, creio que a partir da próxima semana, estaremos disponibilizando aos pacientes serviços 24h, como exames laboratoriais, Raio-X e Eletrocardiograma. Este último, vinculado ao Hospital do Coração, em São Paulo (HCOR)”, afirmou Adelmo Macedo Júnior.

“É preciso frisar também que o Hospital Regional de Propriá adota a Classificação de Risco, padrão recomendado e estabelecido pela Fundação Hospitalar de Saúde de Sergipe (FHS) em todas as unidades hospitalares do Estado. Com isso, os pacientes mais graves são encaminhados para a área vermelha e atendidos antes dos outros que estão localizados nas áreas verde, amarela e azul. Este modelo foi desenvolvido no Canadá e adotado no Brasil há alguns anos”, acrescentou o coordenador.      

Na avaliação do secretário municipal de Saúde, João Fernandes de Britto, vê esta unidade funcionando é o sonho de toda a população do Baixo São Francisco, que não precisa se deslocar a Aracaju para resolver problemas de saúde nos casos de média e alta complexidade. “O hospital São Vicente de Paula sempre foi referência na região e foi fechado há quase seis anos e hoje volta a funcionar equipado com aparelhos de última geração e uma estrutura capaz de atender oito mil pessoas/mês, quandoestiver em pleno funcionamento. O investimento é de aproximadamente R$ 7,5 milhões”, disse o secretário.

Fonte/Autor: COCS Propriá/Diego Góes/Patrício Lessa.

Comente esta matéria | Clique aqui...

Voltar