JAPARATUBA: Onde estão os R$ 90 milhões dos royalties?

05-04-2015 08:00

Muito estranho este adiamento e ou cancelamento da Entrevista Coletiva do prefeito Helio Sobral


Prefeito Hélio Sobral cancela entrevista marcada para terça-feira

O prefeito de Japaratuba, distante 54 km da capital, Aracaju, Hélio Sobral (PMDB) anunciou para a próxima terça-feira, 06, e desmarcou em nota divulgada na manhã de hoje uma antevista coletiva que daria a imprensa sergipana para esclarecer os motivos das medidas anunciadas em 1° de abril (e que nós já anunciávamos na marca da exclusividade um dia antes).

A entrevista estava marcada estranhamente para as 11 horas,  aproveitando o horário da radio jornalismo da Ouro Negro  FM e entrar ao Vivo no Programa  "Dia a Dia", apresentado pelo radialista Elinho Augusto (que não tem nada a ver com isso - sua audiência é estimulante),, a mesma tática utilizada pela ex-prefeita Lara Moura (PR), como se nesse horário ou demais órgãos de comunicação não tivessem pauta a cumprir - poderia marcar para as 7 da manhã, e ao Vivo ele compareceria a emissora cujas portas estão sempre abertas para todos os gestores, sem exceção.

Alegando viagem para Brasília, o prefeito poderia antecipar a entrevista para segunda-feira, 05.

Adiando ou cancelando ele sairá do "olho do vulcão" e das perguntas indigestas e possivelmente antipáticas, mas necessárias, da sociedade que reagiu indignada - negativamente as medidas anuladas, as quais alcançam os contratados chamados "arraia miúda”, mas mantém privilégios de aliados políticos,  estratégicos para sua campanha de reeleição em 2016.

É estranha esta contenção de gasto pois dos R$ 3,4 milhões de royalties arrecadados mensalmente (o total da receita total é imensamente maior), o que totalizam em 2013/2014  mais de R$ 80 milhões, e que se somados aos arrecadados em 2015 já ultrapassam os R$ 90 milhões, pois em todo o município não há em dois anos de mandato sequer nenhuma obra iniciada em sua gestão que ultrapasse os R$ 500 mil inaugurada; e estranhamente a Câmara de Vereadores (os eternos viajantes  para congressos de turismo - estes não acrescentam absolutamente nada para a população mas aos bolsos dos parlamentares) não exerce seu papel de fiscalizadora, estando-os literalmente "pianinhos" (calados).

Para onde foram estes R$ 90 milhões arrecadados em 27 meses? Esperamos que o prefeito Hélio Sobral tenha as respostas; e não basta indicar os dados analíticos postados no Portal da Transparência, precisamos sim dos valores referentes a receitas e despesas detalhados , como até 2002 eram expostos em outdoors.


por Claudomir Tavares ©2015. É permitida a reprodução, desde que citada à fonte.

Comentar esta postagem | Ler comentários

 

Voltar