Enquete aponta Aelson como o mais atuante

17-04-2011 10:58

 

Enquete esteve no ar de 28 de março a 13 de abril e recebeu 294 votos

No período de 28 a 13 de abril de 2011, este portal disponibilizou uma enquete em que perguntava “Qual o (a) vereador (a) mais atuante de Propriá?”. A enquete recebeu 294 votos apontando o vereador José Aelson Santos, o Aelson Publicidade (PDT) como o mais atuante por 112 (38,10%) dos internautas que acessaram a enquete, seguido da vereadora Pel (PP) com 96 (32,65%) e de Marcos Oliveira (PV) com 39 (13,27%). 

Na sequencia, os vereadores Jurandy Sandes (PDT) e Paulinho Campos (PT) ambos com 12 votos (4,08%), seguidos de Costinha (PMDB) com 7 (2,38%), Genival Moreira (PTC) com 6 (2,04%), Lucia de Vado (DEM) e Rozélia da Ponte (PTC) ambas com 5 (1,70%). A disposição dos nomes estava em ordem alfabética, para não sobrepor um sobre o outro.

Japaratuba é a próxima – A próxima enquete quer saber “Qual o (a) vereadora (a) mais atuante de Japaratuba?” e você já pode votar naquele vereador que julgar mais atuante da atual legislatura que tem os seguintes parlamentares: Deco Moura (DEM), Edgar de São José (PR), Pedro da Cultura (PPS), Pedro Teles (PSDB), Ronaldo da Sapucaia (PSB), Rui Brandão (DEM), Siziane da Saúde (PSB), Teozete Prado (PMDB) e Valdomiro de Jesus (PT).

Dona Nita – A avaliação deve ser feita baseada nos primeiros anos de atividades parlamentares, o que justifica a não inclusão da suplente no exercício do cargo, Dona Nita (PSC), que assumiu uma cadeira na última segunda-feira, 11/04, a qual desejamos uma excelente passagem no período em que estiver naquele parlamento.

Partidos de origem – A Tribuna da Praia preservou os partidos pelos quais os vereadores foram eleitos, não sendo considerados os partidos para onde irão Ronaldo da Sapucaia, Valdomiro de Jesus e Rui Brandão. Os dois primeiros expulsos de seus partidos e o segundo deverá oficializar seu ingresso em um outro nos próximos dias. É provável que todos eles migrem para o PSD para preservar seus mandatos que podem ser solicitados pelos partidos de origem.

Enquete não é pesquisa – Mas uma vez afirmamos que enquetes não é nem temos a intenção de que sejam consideradas como pesquisas, mas um exercício democrático que esse portal faz chegar aos seus leitores, que tanto nas cidades de Propriá, quando em Japaratuba, nos tem dado a honra de freqüências diárias consagradoras do nosso trabalho.

Voltar