Conferência de Saúde em Pirambu reúne população, gestores e trabalhadores

21-06-2011 12:49

As dificuldades enfrentadas pelos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em Pirambu estiveram em pauta na última segunda-feira, 20, e foram expostas pela própria população, através dos representantes da sociedade civil organizada. A oportunidade se deu com a realização da II Conferência Municipal de Saúde, que reuniu também gestores e trabalhadores da área.

Com o tema central “O SUS é de todos: acesso universal e integral com cidadania, uma conquista do povo brasileiro”, o evento organizado pela Prefeitura de Pirambu e pelo Conselho Municipal de Saúde incluiu na programação duas palestras, sendo uma com foco na situação da Rede Hospitalar e de Urgência de Sergipe e a segunda sobre o Controle Social.

A primeira foi proferida pela enfermeira do Núcleo Estadual de Atenção Hospitalar e Urgência, Marli Palmeira, que apresentou os passos dados pelo Governo do Estado, nos últimos cinco anos, para a conformação dessa rede em Sergipe. “É importante que a população entenda como funcionam os serviços e conheça a distribuição dos hospitais locais e regionais, bem como das UPAs [Unidades de Pronto Atendimento] e das clínicas 24 horas que compõem a rede”, ressaltou a enfermeira.

Na segunda palestra, dada pela coordenadora de Atenção Básica de Pirambu, Eva de Carvalho, o destaque foi a importância da participação da comunidade no planejamento das ações de saúde. “Essa participação é a garantia constitucional de que a população, por meio de suas entidades representativas, pode contribuir de forma efetiva no processo de formulação das políticas e de controle de sua execução”, explicou a gestora.

Após as palestras, o debate foi aberto e todos os participantes puderam expor as insatisfações com o sistema, reconhecer o que está melhorando e propor mudanças na oferta dos serviços. Entre as propostas aprovadas em plenária estão a garantia da oferta de ambulâncias nos povoados; o cumprimento da carga horária dos trabalhadores da saúde; a criação de uma ouvidoria; a realização de capacitações; e o aumento da oferta de exames e consultas especializadas.

Todas as propostas serão levadas a V Conferência Estadual de Saúde pelos quatro delegados eleitos para representar o município de Pirambu no evento. Durante a etapa municipal também marcaram presença Eduardo Ramos, vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde, Régis Barbosa, do Núcleo Estadual de Gestão Estratégica e Participativa, e Ana Paula, da Secretaria de Saúde de Nossa Senhora do Socorro, sede da região a que Pirambu pertence.

Por Lidiane Neves / Assessoria de Comunicação|Prefeitura de Pirambu

Voltar